Marcadores

segunda-feira, 21 de março de 2011


Despetalei  tua roupa
Arei tua pele
Aguei  tua boca
Sentei à sombra de tua cama
E fiquei ali, esperando 
O sol nascer
Meu amor em ti
Germinar

4 comentários:

Michele Lima disse...

.. E a espera é tão infindável que parece que nunca irá brotar...(Me veio na mente essas palavras).
Gostei disso! Parabéns pelas palavras.

Karla Thayse disse...

Tudo lindo por aqui.

Encantada...

Beeijo

Lipe Amorim disse...

Lindo, lindo.
Foi a flor do meu dia - sua poesia.
Fez a inspiração brotar.

Leo disse...

Volta pra cá pra nós? Volta?